01 novembro 2017

Você faz aquilo que deseja? Faça sem cobranças


“Será que isso é bom mesmo?” “Eu estou fazendo aquilo que desejo?” “Será que as pessoas vão gostar do que vou postar?”

Vou começar esse post dizendo que vai ser algo bem diferente de todos, fiquei pensando esses dias e talvez seria mais bacana estar trazendo assuntos, textos, desabafos ou sei lá, apenas compartilhar aquilo que estou pensando e sentindo, trazer vocês mais para perto de mim, ser o mais transparente possível com vocês.

Afinal quando comecei o blog ele era para ser quase como meu diário, um local onde eu posso ser eu mesma, sem preconceitos, sem julgamentos, sem me preocupar com o que pensam ou deixam de pensar sobre algo que eu falo ou sobre uma opinião que eu tenho. Foi lembrando disso, esses dias, que eu notei que não é bem isso que vem acontecendo, quando a gente começa na blogosfera a gente entra de um jeito e vai mudando ao longo do tempo (o que é ótimo dependendo como você muda), quando comecei eu estava completamente perdida, sem saber o que fazer exatamente, compartilhava aquilo que eu gostava sem me preocupar com quem iria ler ou o que...

Mas com o tempo você começa se preocupar com essas coisas e esquece do principal (as vezes acaba esquecendo da essência do que você realmente queria fazer), quando você nota você está se preocupando se seu feed do Instagram está combinando, se ele está organizado, se aquela foto que você vai postar vai ficar legal, se o que você vai compartilhar no blog é interessante ou não, você começa se preocupar se enquanto está gravando um vídeo você está falando as palavras de forma correta e o que os outros vão achar disso tudo.

E o resultado muitas vezes é você perdida novamente, é observar muitas vezes uma competição tão grande de quem tem o feed mais bonito que você sente vontade de se esconder.

Isso não é errado, você estudar mais, correr atrás da forma como você deseja que as coisas sejam feitas, mas nota-se que a frase é “AQUILO QUE VOCÊ DESEJA.”. Meu objetivo daqui para frente vai ser esse mesmo, vou dar tudo de mim sem cobranças, sem loucuras de será que todo mundo vai gostar disso? Será que as pessoas vão achar isso interessante? É um espaço que criei para ser eu e não vou jogar isso fora de jeito nenhum.

Eu sempre fui e sou sincera em tudo que faço por aqui ou até mesmo nas minhas redes sociais, tento compartilhar apenas as coisas que gosto e que realmente me atraem, mas sabe aquela sensação de “Será que isso é bom mesmo?”, ela sempre existiu e é isso que eu vou tirar de mim, eu não sou super organizada, então não tem como meu feed do Instagram ser perfeitamente organizado, eu sou feita de fases, há fases que estou organizada e há fases que estou querendo apenas compartilhar aquilo que estou vivendo sem preocupações, ambas as fases existem, porém depende do meu momento, depende daquilo que estou vivendo. Meu sentimento é apenas de... Chega de tantas cobranças.

Eu realmente não sei se você que chegou até aqui no post conseguiu entender meu sentimento...
Talvez você também esteja passando por isso ou talvez você já passou por isso e entende aquilo que quero dizer.

Acho que isso foi mais um desabafo mesmo do que qualquer outra coisa... Mas se você passa por isso também me deixa sua dica ai do que fazer e como lidar com tudo isso. 😊


Beijos.
Ana Crisinah.

12 comentários:

  1. Vivemos sobre muita pressão hj em dia, principalmente nós mulheres. Concordo com vc e parabéns pela coragem. Bjos!

    ResponderExcluir
  2. Amei o post, as vezes nos cobramos demais, e isso não só atrapalha como posterga os nossos sonhos, adorei o post, muito sucesso!

    ResponderExcluir
  3. Amei a postagem... O problema é que as vezes nós cobramos muitos e as pessoas que estão a nossa volta acabam cobrando da gente também! Estou tentando parar mais de me cobrar! Parabéns pelo seu blog...

    ResponderExcluir
  4. nossa
    esse texto fez eu parar e pensar no que estou fazendo
    me ajudou muito

    ResponderExcluir
  5. Acho que temos que ter um certo limite na auto cobrança: se nos cobrarmos de menos, não fazemos nada na vida. Mas se nos cobrarmos demais, ficamos sobrecarregados.
    É bom estabelecer algumas prioridades e ver o que realmente precisamos/queremos, e o que não é tão necessário.

    ResponderExcluir
  6. Olá!
    Gostei do seu texto, a forma de você fala, realmente é verdade. Começamos com algo que nós quer mas com o tempo acabar mudando na mesma forma que você mudar. As vezes e bom estabelecer o que realmente importa!

    Meu Blog:
    Tempos Literários

    ResponderExcluir
  7. Caramba, adorei ler sua postagem. Ela traz sim toda a energia do seu desabafo, mas junto veio um frescor sabe, uma energia boa de sua alma, leve, transparente, linda como é. Você está perfeita em deixar de se cobrar tanto. Nós devemos nos cobrar? Talvez e depende muito. Mas devemos sempre, a todo momento nos querer bem, nos amar, isso sim. Devemos nos acariciar a todo momento. Fazer o que gostamos é para ser prazeroso, se deixa de ser, perde o sentido. E último detalhe, faça sem pensar muito no que os outros pensam, pois se está em paz com sua consciência, isso basta. Excelente reflexão. Beijos.
    www.unalome.com.br

    ResponderExcluir
  8. Amei amei amei!!!! Faz a gente parar e refletir muito!!!

    ResponderExcluir
  9. Olá, tudo bem? Adorei a sua reflexão, realmente algumas vezes me sinto sufocada com tantas cobranças internas. Acredito que devemos fazer o que nos inspira e da forma que nos deixa feliz, a partir do momento que fazemos tudo pensando no que os outros vão pensar acabamos perdendo a nossa essência. Beijos <3

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...